Loading

24 Horas do Brasil – Todos os inscritos 1952

As 24 Horas do Brasil foram disputadas 5 vezes em nossa história, nos anos de 1952 e 53, e depois em 1974, 75 e 76. O palco sempre foi Interlagos e as histórias por trás de cada edição ainda estão guardadas nas memórias de seus protagonistas. Das provas dos anos 50 ainda nos restam poucas testemunhas vivas ainda por registrar em nossas câmeras. Dos anos 70, muitos dos protagonistas estão ai, esperando uma oportunidade para falar sobre o tema. A dupla vencedora de 1976 esteve conosco em Indaiatuba, SP, e nos contaram causos extraordinários e muito mais sobre as provas e muito mais. Este encontro, e outros ainda por mostrar, nos motivaram a escrever a reportagem para a edição de Outubro de 2018 da revista Motociclismo. Lá, prometemos publicar aqui as listas de inscritos de todas as edições realizadas no Brasil. Graças a um enorme trabalho de pesquisa  à colaboração de Dietmar Beinhauer e Guy Tilkens, e muitos outros, começamos a publicar este enorme conteúdo.

Em 1953 o patrocinador principal do programa das 24 Horas de Motocicletas, em Interlagos, eram os importadores Indian “Três Leões”. A empresa ficava na Av. São João, 1096, em São Paulo, e as motos apresentavam “inovações tecnológicas” como Garfo Telescópico e Quadro para Amortecedores.

Já a lista de inscritos fala por si… vou deixar para vocês lerem, mas vários sobrenomes que aqui aparecem estão vivos no motociclismo brasileiro através de seus filhos, netos e bisnetos.

Quer uma ajuda?

No1 – Ervino Boettcher, ou Paulistinha (escrito Boetcher), pai de Roberto Boettcher, multi Campeão de Motocross.

No6 – Caio Marcondes FerreiraEdward Pacheco.

No7 – Wilson Fittipaldi (pai de Emerson e Wilsinho) – Sim… ele também corria de moto.

No20 – Louis Hamilton (Ué…?!? Como assim?!?)

No30 – Luiz Latorre e Lucilio Baumer (Latorre voce deve conhecer do centro da cidade em São Paulo, lá a “Esquina do Veneno” ou na “Boca”. Já o Lucilio Baumer, de SC, é pai do também Campeão Brasileiro de velocidade da década de 80, Lucilio Baumer.

No32 – Oswaldo Diniz e Franco Bezzi (um pouco mais sobre o Franco em https://motostory.com.br/pt/franco-bezzi-neto-nosso-muito-obrigado/)

No33 – Mauro Tomazine (pai do Riquinho e avô do https://www.facebook.com/mauro.thomassini)

N035 – Edgard Soares avô do https://www.facebook.com/edgardsoares46 e Milton Soares.

No50 – Jon Van Veen e Daniel Zuffo – Zuffo seria o patrocinador do evento de 1953 e também importador das icônicas Norton.

No54 – João Bovino e Salvador Amato. (Salvatore competiu brilhantemente até os anos 70 e ficou conhecido também por sua dedicação às Ducati)

No62 – Pedro Latorre e José Moré.

No73 – Walter Salles (?!?!? será um antepassado do cineasta?)

No75 – Luiz Bezzi (pai do Franco) e Aventino Gallone.

Encontrou mais alguém de quem você tem referencias? Mande para nós aqui no Motostory.

Notem também as marcas de moto (e alguns modelos) e veja que apenas os pilotos inscritos com Indian aparecem em negrito.

Relação de inscritos das 24hs de Interlagos de 1952 – Acervo Motostory / FPM

 

Foto largada das 24HS de Interlagos 1952 – na extrema direita a BMW R68 de Marcondes e Pacheco, ao lado a largada de Edgard Soares e Milton Soares – Foto acervo Edgard Soares / Motostory

 

Foto largada das 24hs de Interlagos de 1952 – Franco Bezzi aparece ao fundo, marcado com a seta azul e Edgard Soares aparece na primeira fila – na direita a BMW R68 da dupla vencedora Caio Marcondes e Edward Pacheco – Acervo Família Bezzi / Motostory

Ah! A dupla vencedora desta edição? Caio Marcondes Ferreira e Edward Pacheco, com sua BMW R68.

Olha a dupla ai embaixo.

Os amigos inseparáveis Caio Marcondes e Edward Pacheco e sua BMW R-68 em 1952… a dupla vencedora das 24hs de Interlago. Foto Familia Edward Pacheco / Motostory

 

 

 

 

Leave a Reply